Nenhum comentário

Mommy Makeover – Recuperando o corpo de antes da gravidez

A maternidade é uma experiência transformadora na vida da mulher, ser mãe é experimentar o amor mais puro que se pode imaginar. O processo da gravidez traz sensações, até então, desconhecidas à futura parturiente, mas também provoca várias modificações em seu corpo. 

A fim de diminuir o impacto dessas modificações, recomenda-se que não haja ganho de peso excessivo ao longo da gestação – até 12 kg é adequado – e que haja atividade física devidamente orientada por um profissional de educação física especializado em atendimento à gestante, para fortalecimento da musculatura do abdome. 

Ainda assim, duas áreas do corpo invariavelmente mudam após a gestação e a amamentação: as mamas e o abdome. 

O abdome precisa acomodar um volume muito maior que o normal até o término da gestação e acaba por sofrer afastamento dos músculos localizados em seu meio (diástase da linha média). Isso causa uma flacidez da parede abdominal, a qual não se resolve nem com atividade física específica. A pele também se distende e acaba por não se retrair completamente, podendo haver ou não a formação de estrias. 

O volume das mamas aumenta muito, para prover o leite ao recém-nascido, o que acaba por distender a pele. Por outro lado, a glândula mamária sofre uma transformação funcional e diminui em volume. O resultado final é uma mama de aspecto esvaziado. 

O Mommy makeover é uma estratégia de tratamento conjunto de mamas e de abdome, tendência nos EUA, que visa a trazer de volta à jovem mãe o corpo pré-gestacional. A vantagem é o menor afastamento de suas atividades, com um pós-operatório único, mas também a redução do total de custos hospitalares. Isso é extremamente importante para mulheres com atividade profissional intensa, as quais precisam programar- se com antecedência. 

O tratamento de cada área é individualizado e pode constar de uma combinação de lipoaspiração com miniabdome ou abdome completo. Já nas mamas, pode variar de inclusão de próteses mamárias a mamoplastia ou haver uma combinação de ambas. 

A época adequada para o exercício da renovação é após 6 meses da última gestação. Uma nova gestação, ou uma variação importante no peso, após as cirurgias, pode acarretar perda de resultado e necessidade de um novo procedimento cirúrgico. 

Por isso é importante que essa cirurgia seja realizada quando não se pretende mais engravidar. 

Dr. Wagner Leal
Cirurgião Plástico
CRM/PB 6497 | RQE 3054

Você pode gostar também de
Geral, Matéria

Mais postagens como essa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu
Open chat
Olá,
Podemos te ajudar?